26 de jun de 2011

São Paulo londrina

Por causa da falta absoluta de tempo, o blog ficou às moscas por quase dois meses, é verdade. Com a proximidade de julho sobra um pouco mais de tempo, e pouco a pouco vou postando aqui o que quis postar desde maio. Em breve darei continuidade também ao Celeste e Branco, meu blog sobre a Argentina.

Aqui em São Paulo, embora a temperatura baixe dos 10 graus em algumas madrugadas do ano, o frio nunca é tão forte e nem constante (para a minha infelicidade!). Mas os nevoeiros, sim! São muito frequentes nas manhãs de abril a setembro na capital paulista. E ainda que o caos aéreo se instale em manhãs de baixa visibilidade nas principais capitais do Brasil - com aeroportos fechados e voos atrasados em horas - não deixa de ser um belo fenômeno. Aí vão duas fotos simples, tiradas por celular e durante a correria para chegar ao trabalho, de um dos vários dias deste junho em que São Paulo amanheceu um pouco com cara de Londres:

Visibilidade de só dezenas de metros - Foto: Fábio De Nittis

Topo do prédio quase invisível - Foto: Fábio De Nittis